sexta-feira, 1 de outubro de 2010

O Bar das Putas

Penso que as melhores lembranças que carregamos da vida estão associadas aos sabores e cheiros do passado. Quem não se lembra do cheiro da casa da mãe, do café da manhã, dos bolos assados que eram servidos à tarde. Todos bons momentos como um passe de mágica retornam em nossa mente e coração. Vira e mexe eu me deparo com esses pensamentos e lembranças.
A última vez que fui com meus filhos a São Paulo, fizemos um pequeno tour por alguns pontos turísticos e museus da cidade, além é claro, aproveitei para matar a saudade de alguns bares restaurantes e algumas comidas que faziam parte de uma etapa da minha vida, quando eu vivia em São Paulo. As lembranças de um tempo muito conturbado na vida política do Brasil, na época em que militávamos no movimento estudantil, na formação de um partido político e no movimento sindical, vieram a tona quando fui com meu filho almoçar no Bar da Putas, também conhecido como Bisteca de Ouro ou simplesmente  o Sujinho da Consolação.
Conta a lenda que na década de 50 a rua da Consolação em São Paulo, era um dos pontos que as prostitutas ficavam a espera de seus clientes. Quando a polícia apontava, elas corriam para dentro do Bar, e com a conivência do proprietário, se passavam por clientes. Assim que a polícia ia embora, elas voltavam para a lida. Daí o nome não oficial, mas que quase todo mundo conhece: o Bar das Putas. Passado os anos, não existem mais prostitutas na consolação, mas o apelido do bar continua.
Perdi a conta de quantas vezes após incansáveis reuniões políticas eu jantei ou almocei neste estabelecimento, quase sempre o mesmo prato, e sempre a mesma entrada, a salada de repolho do sujinho. Simplesmente incrível a textura e o gosto. Venho tentado copiá-la sem muito sucesso. O mais próximo que eu cheguei, compartilho com vocês com a receita abaixo.
Ingredientes

1 unidade(s) de repolho
1/2 unidade(s) de cebola média(s)
100 ml de Azeite 
1/3 copo(s) de vinagre tinto
quanto baste de sal
quanto baste de orégano
quanto baste de pimenta-do-reino branca em pó

Modo de Preparo
 Solte as folhas do repolho, lave-as e coloque para cozinhar no vapor por 10 minutos (em fogo médio). As folhas não podem ficar muito cozidas, devem manter uma certa consistência. Escorra e passe na água fria para parar o processo de cozimento; escorra novamente as folhas. Faça pequenos maços e corte bem fino. Deve ficar parecendo fios de ovos.
Corte a cebola em rodelas bem finas e depois, pique-as. Misture a cebola e o repolho, acrescente sal a gosto, 3 pitadas de pimenta-do-reino, 2 pitadas grandes de orégano, o vinagre, o azeite e mexa bem. Experimente e vá corrigindo o sal, a pimenta e o orégano até que dar ponto. Sirva com torradas e mussarela de búfala. 


2 comentários:

  1. Nossa!! Recomendo a todos a curtirem o local e apreciar os pratos saborosíssimos... ótima receita Richard... principalmente se acompanhada de uma maravilhosa bisteca bovina, servida também neste local...

    ResponderExcluir
  2. ficou deliciosa essa receita paizinho!!

    ResponderExcluir